Coleção ao nível de fundo CJ - Coleção de Jornais da Igreja Lusitana

A União - Ano I - Junho 1927 A União - Ano I - Julho 1927 A União - Ano I - Setembro 1927 A União - Ano I - Outubro 1927 A União - Ano I - Novembro 1927 A União - Ano I - Dezembro 1927 A União - Ano I - Janeiro 1928 A União - Ano I - Fevereiro 1928 A União - Ano I - Março 1928 A União - Ano I - Abril 1928 A União - Ano I - Maio 1928 A União - Ano I - Julho 1928 A União - Ano I - Maio 1928 - número extraordinário A União - Ano I - Janeiro 1929 A União - Ano I - Fevereiro 1929 O Esforçador Juvenil A Juventude nº 1 de Janeiro de 1945 A Juventude de Fevereiro de 1945 A Juventude de Março de 1945 A Juventude de Abril de 1945 A Juventude de Maio de 1945 A Juventude de Junho de 1945 A Juventude de Agosto de 1945 A Juventude de Setembro de 1945 A Juventude de Outubro de 1945 A Juventude de Novembro de 1945 A Juventude de Dezembro de 1945 A Juventude de Fevereiro de 1946 A Juventude de Abril de 1946 A Juventude de Maio de 1946
Resultados 1 a 30 de 56 Mostrar tudo
Original Objeto digital not accessible

Zona de identificação

Código de referência

PT ILCAE CJ

Título

Coleção de Jornais da Igreja Lusitana

Data(s)

  • 1892-09- (Produção)

Nível de descrição

Coleção ao nível de fundo

Dimensão e suporte

6 subcolecções
papel

Zona do contexto

Nome do produtor

(1868-)

História administrativa

Inícios séc. XIX
· Primeiras referências a cerimónias religiosas evangélicas, distribuição de Bíblias em língua portuguesa, etc. no nosso País.

1839

· Uma capela anglicana é aberta em Lisboa, por Vicente Gómez y Togar. É o primeiro templo cristão não-católico romano destinado a portugueses (uma vez que as comunidades estrangeiras ? ingleses e alemães ? dispunham de templos próprios.

1845

· Na Madeira, Robert Kalley funda a Igreja Presbiteriana do Funchal.

1862

· Primeiras notícias do trabalho de ?colportores? (vendedores de Bíblias e outra literatura religiosa) em Portugal.

1866

· Eventualmente na sequência do trabalho de alguns colportores no Porto e em Vila Nova de Gaia, Diogo Cassels, um jovem industrial de 22 anos residente em Paço de Rei, começa a fazer reuniões evangélicas em sua casa.
1868

· O Rev. Angel Herreros de Mora, um padre anglicano, celebra a Eucaristia em Gaia, segundo o rito anglicano, em casa ou na própria fábrica de Cassels. Este acontecimento esteve na base da posterior prisão e julgamento de Diogo Cassels, por alegadas ofensas à fé católica

1868, Outubro 18

· Inauguração da Capela do Torne, construída por iniciativa e com grande envolvimento financeiro de Diogo Cassels.
· Os primeiros serviços religiosos eram em língua inglesa, começando no entanto a celebrar-se em português a partir de 1870.
· A igreja funcionava também como escola elementar nos dias de semana.
· Cassels pede apoio religioso ? oferecendo a capela e solicitando o envio de um clérigo ? à ?Sociedade Wesleyana? de Londres, ou Igreja Metodista, um movimento de renovação de pendor mais evangélico que se autonomizou da Igreja de Inglaterra.
1871

· Chega ao Porto o missionário metodista Robert H. Moreton, que começa desde logo a trabalhar com Cassels

1874

· A Igreja Metodista do Porto foi fundada e legalmente reconhecida por Moreton e Diogo Cassels
· Organizam-se os primeiros livros de registo paroquial, em função do reconhecimento pelas autoridades civis dos casamentos e funerais evangélicos

1877, Março 25

· Inauguração da Capela Metodista do Mirante, à Praça do Coronel Pacheco, no Porto.

1880, Março 8

· Fundação, em Lisboa, da Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica, agrupando três igrejas da capital, a que em breve se juntariam outras.
1880, Junho

· Cassels e parte da sua congregação aderem à Igreja Lusitana
· No momento da separação da Igreja Metodista, o Torne tinha 34 membros masculinos

1880, Dez. 2

· O Sínodo da IL licencia Cassels como ?pregador secular?

1881, Março 25

· 1º Baptismo de Cassels (autorizado pelo Sínodo)

1882, Fev. 10

· O Pe. Guilherme Dias, que trabalhava com a Igreja Metodista, adere à Igreja Lusitana

1884, Março 10

· Diogo Cassels é ordenado Diácono

1892, Dez. 8

· Diogo Cassels é ordenado Presbítero

1894, Abril 15

· Inauguação da nova Capela de S. João Evangelista, no Torne

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Acumulação

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Coleção constituída por diversas publicações periódicas da Igreja Lusitana, publicadas pela Paróquia de S. João Evangelista (Torne, Vila Nova de Gaia) e pela Paróquia do Salvador do Mundo (Prado, Vila Nova de Gaia).

Avaliação, selecção e eliminação

Conservação definitiva

Ingressos adicionais

Não estão previstas novas incorporações

Sistema de organização

Ordenação cronológica

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Mediante autorização da ILCAE

Condiçoes de reprodução

Mediante autorização da ILCAE

Idioma do material

  • português

Script do material

  • latim

Notas ao idioma e script

impresso
manuscrito

Características físicas e requisitos técnicos

Estado de conservação: bom

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Está relacionada com a Junta Paroquial que patrocinava a sua distribuição.

Descrições relacionadas

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso - Nomes

Pontos de acesso de género

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

CJ

Identificador da instituição

PT/ILCAE

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Preliminar

Nível de detalhe

Mínimo

Datas de criação, revisão, eliminação

05.04.16 (AV);

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

PEIXOTO, Fernando (2001). Diogo Cassels. Uma vida em duas margens. Vila Nova de Gaia: Câmara Municipal de Gaia.

Objeto digital (Mestre) zona de direitos

Objeto digital (Referência) zona de direitos

Objeto digital (Icone) zona de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Géneros relacionados