Showing 286 results

Archival description
Text With digital objects
Print preview Hierarchy View:

Estatutos da Sociedade de Esforço Cristão anexa à Igreja Lusitana Evangélica de S. Paulo

Estatutos do esforço Cristão da Igreja de S. Paulo:

  • Da instituição e fins;
  • Dos sócios, suas categorias, direitos e deveres;
  • Da direção;
  • Da divisão da Sociedade em dois núcleos;
  • Da Assembleia Geral;
  • Da vigilância da Sociedade;
  • Das Sub-Comissões;
  • Das reuniões de revista;
    Das reuniões regulares;
  • Do regulamento interno.

Colégio Evangélico Lusitano

Livros de registos de frequência escolar do Colégio Lusitano, anexo à Igreja de S. Paulo.

Colégio Evangélico Lusitano. 1889-1946

"The Guardian": The Lusitanian Church, Catholic, Apostolic, Evangelical; The Church Abroad. Progress of the Lusitanian Church

o jornal "The Guardian" publica duas notícias sobre o desenvolvimento da Igreja Lusitana, em Portugal: uma notícia, da autoria de Diogo Cassels, em que refere a situação da Igreja Católica Romana e o aumento das despesas com as diversas igrejas e escolas da Igreja Lusitana, salientando o apoio para as escolas do município de Gaia.
A segunda notícia refere o progresso da Igreja Lusitana e o seu apoio à sociedade civil que padece de graves carências económicas.

"The Guardian": The Lusitanian Church

Diogo Cassels publica no jornal "The Guardian" notícia sobre a liturgia e ofícios da Igreja Lusitana, o seu progresso desde o fim da monarquia em Portugal e as propriedades que foi adquirindo.

"The Guardian": The Lusitanian Church

  • PT ILCAE FC/DC/RJ/013
  • Documento composto
  • 1918-02-28-1919-03-06
  • Part of Família Cassels

3 notícias de Diogo Cassels publicadas no jornal "The Guardian" sobre o ritual bracarense, desenvolvimento da congregação de S. João Evangelista e Salvador do Mundo e apoio que a Igreja Lusitana tem dado, às crianças, às missões na China e na África e aos soldados que lutaram com os aliados na França.

"The Guardian": The Lusitanian Church

Notícias publicadas no jornal "The Guardian" por Diogo Cassels sobre a situação política, social e conómica e efeitos da Grande Guerra em Portugal; progresso da Igreja Lusitana.

Octávio Guedes Coelho

Octávio Guedes Coelho nasceu a 10/11/1910 na Marinha Grande
Habilitações literárias:

  • Licenciado em Teologia Reformada em 06/06/1956
    Percurso religioso:
    • Foi confirmado em 24/03/1963, na paróquia de S. Paulo da Igreja Lusitana
    • Instituído Diácono em 21/04/1963
    • Ordenado Presbítero em 04/08/1963
    • Em 1963 tornou-se diácono da paróquia do Bom Pastor
    • Entre 1963/1967 foi pároco da paróquia do Espírito Santo
    • Entre 1971-1972 foi pároco da paróquia do Salvador do Mundo
    • Entre 1967/1974 foi pároco da paróquia do Bom Pastor
    • Em 1970 foi pároco paróquia de S. João Evangelista
    • Em 1984 tornou-se cónego da cátedral de S. Paulo, Arcipreste do Norte e Vigário-Geral

Relatórios da Igreja Lusitana de 1886

Relatórios da Igreja Lusitana de 1886: Congregação da Santíssima Trindade (Rio de Mouro) - corpos gerentes para 1887; Igreja de S. Paulo - gerentes para 1887; Igreja de Jesus - gerentes para 1887; Igreja de S. Pedro - gerentes para 1887; Igreja Lusitana - Torne - gerentes para 1887, aula diária, aula noturna, Festa das Colheitas, coro evangélico, escola dominical, fundo dos pobres, Sociedade de Socorros, festa escolar; Capela do Redentor.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1890

Relatórios da Igreja Lusitana de 1890: Sínodo, Colégio Lusitano, Congregação da Santíssima Trindade (Rio de Mouro) - corpos gerentes para 1891; Igreja de S. Paulo - gerentes para 1891; Igreja de Jesus - gerentes para 1891; Igreja de S. Pedro - gerentes para 1891; Igreja Lusitana - Torne - gerentes para 1891, membros comungantes e à prova, Sociedade de Socorros, fundo dos pobres, Festa das Colheitas, coro evangélico, cultos divinos, banco de artistas, escola noturna, receitas e despesas, gabinete de leitura, festa escolar, sopa económica. Capela do Redentor - escola diária, organista; Igreja do Bom Pastor (Candal) - membros da junta, escola do sexo feminino e masculino, escola noturna para adultos; fundos paroquiais das igrejas.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1892

Relatórios da Igreja Lusitana de 1892: visita de Lord Plunket, Arcebispo de Dublin, Bispo de Clogher, cónego Meyrich e Rev. Robertson, Congregação da Santíssima Trindade (Rio de Mouro), corpos gerentes para 1893; Igreja de S. Paulo, gerentes para 1893; Igreja de Jesus, gerentes para 1893; Igreja de S. Pedro, gerentes para 1893; Igreja Lusitana - Torne, gerentes para 1893, gerentes para 1893, fundo dos pobres, nova Capela, Festa das Colheitas, cultos divinos, receitas e despesas, festa escolar.
Igreja do Redentor - gerentes para 1893, escola masculina; Congregação do Bom Pastor (Candal) - gerentes para 1893, escola feminina e masculina.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1893

Relatórios da Igreja Lusitana de 1893: revista religiosa "O Evangelista", Congregação da Santíssima Trindade (Rio de Mouro), relatório de 1893; Igreja de S. Paulo, gerentes para 1894; Igreja de Jesus, gerentes para 1894; Igreja de S. Pedro, gerentes para 1894; Igreja Lusitana - Torne, gerentes para 1894, fundo dos pobres, nova Capela, Festa das Colheitas, cultos divinos, receitas e despesas, festa escolar, cemitério de Mafamude.
Igreja do Redentor - junta para 1894, escola masculina; Congregação do Bom Pastor (Candal) - junta para 1894, escola feminina e masculina.

Relatórios da Igreja Lusitana 1897-98_2ª parte

Continuação dos relatórios: contribuintes do Colégio Evangélico Lusitano, contribuintes da Capela de S. Paulo, Igreja de S. João Evangelista (gerentes de 1898), fundo dos pobres, movimento paroquial, banco de artistas, Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos, tempestade (danos na capela), Escola do Torne.

Relatórios da Igreja Lusitana 1897-98_3ª parte

Continuação dos relatórios: relatório da Escola do Torne, receita e despesa da Igreja de S. João Evangelista, resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Fundo dos Pobres, carta aos irmãos da Congregação de S. João Evangelista.

Relatórios da Igreja Lusitana 1904-1905_2ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1904-1905_2ª parte: Igreja de S. Paulo - junta paroquial 1906, fundo paroquial 1904-1905, fundo dos pobres, contribuintes 1905; Igreja de S. João Evangelista - junta paroquial 1906, fundo paroquial 1904, contribuintes 1905.

Relatórios da Igreja Lusitana 1907_3ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1907_3ª parte: Igreja Santíssima Trindade - gerentes 1908, fundo paroquial 1907, fundo dos pobres de 1907; Igreja do Salvador - junta paroquial 1908, fundo paroquial 1907; Igreja do Espírito Santo - Junta Paroquial 1908, contribuintes 1907, fundo paroquial 1907.

Relatórios da Igreja Lusitana 1909_3ª parte

Continuação dos relatórios de 1909: igreja de S. João Evangelista - fundo paroquial; Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos; igreja do Bom Pastor - junta paroquial para 1910; fundo paroquial, fundo dos pobres e fundo da Missão da Madalena; Igreja do Redentor - junta paroquial para 1910 - Frederico Flower.

Relatórios da Igreja Lusitana 1909_4ª parte

Continuação dos relatórios de 1909: igreja do Redentor - contribuintes do fundo paroquial; igreja da Santíssima Trindade - Rio de Mouro - fundo paroquial e fundo dos pobres; igreja do Espírito Santo - gerentes para 1910; contribuintes para o fundo paroquial - listagem; Missão de Oliveira do Douro - comissão administrativa para 1910.

Ecclesia - Ano 1 - Nº1

Ecclesia - Ano 1 - Nº1 - sumário: primeira aos portucalenses; reminiscências e perspectivas; para uma nova semântica; selos e pergaminhos; o Cristianismo na nossa terra; no átrio; na nave, na seara; fórum, no lar; o livro e os livros.

Ecclesia - Ano 2 - Nº5

Ecclesia - Ano 2 - Nº 5: apelo à juventude; reminiscências e perspectivas; o dever da Igreja, pelo arcebispo de Armagh; Problemas ecuménicos, pelo Dr. Luís Pereira; no átrio, na nave, nas cinzas; edições b´bilicas; sombras em fundo áureo; a propósito do domingo, por João Bosc; Realização versos de Luso-Bemaldo; Sonetos de Marcos Mota e J. P. de Pina Cabral; na seara; no lar, Castilho e as E. D.; o lugar da paiménica no pensamento cristão.

Ecclesia - Ano 3 - Nº10

Ecclesia - Ano 3 - Nº 10: panorama espiritual; reminiscências e perspetivas; a conversão de Bergson; no átrio, na nave; florilégio da oração; galeria histórica - Fernão de Oliveira; o valor do uso na educação religiosa; glória e desgraça do catolicismo português; na seara; o livro e os livros; padre António Pereira de Figueiredo.

Results 1 to 30 of 286