Print preview Close

Showing 551 results

Archival description
With digital objects
Print preview Hierarchy View:

Alvará Escola Evangélica Lusitana

Alvará de 9 de outubro de 1941, concedido pelo Ministério da Educação Nacional, Inspeção Geral do Ensino Particular para que funcionasse como instituição de ensino feminino, sendo diretora Lavínia Augusta de Figueiredo. Tem averbamentos.

Paróquia de S. Paulo

  • PT ILCAE PSP
  • Fonds
  • 1876-

O fundo da igreja de S. Paulo é constítuido pelas seguintes secções e sub-fundos: SC COR: constituição, organização e regulamentação; SC JP: junta paroquial; SC CUL: culto; SC GF: gestão financeira; SC ED: escola dominical; SC CEL: Coro Evangélico Lusitano; 5 sub-fundos: SF: Ação de Renovação Cristã; SF: Sociedade de Esforço Cristão; SF: Sociedade de Senhoras da Paróquia de S. Paulo; SF: Juventude Auxiliar da Igreja Evangélica de S. Paulo; SF: União Cristã Evangélica; SF: Grupo 53 de Escuteiros; SF: Colégio Evangélico Lusitano.
The archival fonds of the church of S. Paulo is constituted by the following sections and sub-fonds: SC COR: constitution, organization, and regulation; SC JP: parish council; SC CUL: cult; SC GF: financial management; SC ED: Sunday school; SC CEL: Evangelical Lusitanian Choir; 5 sub-funds: SF: Christian Renewal Action; SF: Christian Effort Society; SF: São Paulo Parish Ladies' Society; SF: Auxiliary Youth of the Evangelical Church of S. Paulo; SF: Evangelical Christian Union; SF: Scout Group 53; SF: Colégio Evangélico Lusitano

Paróquia de S. Paulo. 1876-

Ecclesia - Ano 2 - Nº7

Ecclesia - Ano 2 - Nº 7: porque não de joelhos?; reminiscências e perspectivas; um rasgo do carácter de el-rei D. Carlos; florilégio da oração; o domingo, a Igrejaa e as suas festas; comeorações do trimestre; as lições do arcanjo; a alma anglicana; lauda poética - mãe celeste, na seara; lusogramas; fórum; o livro e os livros; permutas.

Ecclesia - Ano 2 - Nº6

Ecclesia - Ano 2 - Nº 6: humanos, somente humanos; reminiscências e perspectivas; Camões e o Cavaleiro de Oliveira; florilégio de oraçaõ; comemorações do trimestre: no átrio; na nave, línguas de fogo; bons sintomas Padres Alves Correia e Reinholds; aleluia, música, Dr. Leopoldo Figueiredo; lusogramas; o livro e os livros; Fórum.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1880

Relatórios da Igreja Lusitana de 1880: é o primeiro de Vila Nova de Gaia. Definição e organização da Igreja, Congregação de Vila Nova de Gaia, receitas e despesas do fundo paroquial, Liga Evangélica de Socorros aos Pobres e doentes da Gaia em 1880, agradecimentos.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1882

Relatórios da Igreja Lusitana de 1882: Rio de Mouro (eleições), Igreja de S. Paulo, Igreja de Jesus, Igreja de S. Pedro, Igreja do Torne, fundos paroquiais, aulas, receitas e despesas, Regulamento Geral da Igreja e Cânones.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1891

Relatórios da Igreja Lusitana de 1891: André Cassels (diaconia), Sínodo reunido pela primeira vez em Vila Nova de Gaia, Congregação da Santíssima Trindade (Rio de Mouro), corpos gerentes para 1892; Igreja de S. Paulo, gerentes para 1892; Igreja de Jesus, gerentes para 1892; Igreja de S. Pedro, gerentes para 1892; Igreja Lusitana - Torne, gerentes para 1892, gerentes para 1892, Sociedade de Socorros, fundo dos pobres, Festa das Colheitas, coro evangélico, cultos divinos, banco de artistas, escola noturna para adultos, receitas e despesas, gabinete de leitura, festa escolar, sopa económica, escola do Torne notícia do Jornal de Notícias.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1894

Relatórios da Igreja Lusitana de 1894: Igreja Episcopal Reformada Espanhola, Bispo de Clogher, Velho-Católicos, Relatório da Igreja de Santíssima Trindade em Rio de Mouro ano de 1894 (eleições), Congregação de S. Paulo (eleições), Igreja de S. Pedro (gerentes para 1895), Igreja de Jesus (gerentes para 1895), Igreja de S. João Evangelista (gerentes para 1895), cemitério de Mafamude.

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896_3ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896: o culto público, quotas e donativos, resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica
de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Relatório da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, visita episcopal (D. Juan Bautista Cabrera), Contribuintes ao Fundo Paroquial da Congregação de S. João Evangelista em Vila Nova de Gaia, Festa Escolar.

Relatórios da Igreja Lusitana 1896_4ª parte

Relatórios de 1896: a educação das crianças, escola dominical, cultos em Gaia, orações especiais pelas chuvas, Capela do Bom Pastor, Festa das Colheitas, Congregação de Jesus (gerentes para 1897), Fundo Paroquial da Igreja de S. Pedro.

Relatórios da Igreja Lusitana 1906_3ª parte

Relatório da Igreja Lusitana 1906_3ª parte: continuação do relatório da igreja do Redentor - lista de contribuintes, fundo paroquial, fundo dos pobres, fundo das escolas, fundo para a casa nova (Frederic Flower); igreja do Bom Pastor - fundo paroquial; Liga do Bom Pastor, de Missões Evangélicas do Norte de Portugal: receita de 1901 a 1906; Missão de Guimarães; Missão de Viana do Castelo; igreja da Santíssima Trindade - gerentes para 1907.

Relatórios da Igreja Lusitana 1907_2ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1907_2ª parte: contribuintes do fundo paroquial da Igreja de S. Paulo 1907, fundo paroquial 1907, fundo dos pobre de 1907; Igreja de S. João Evangelista - junta paroquial 1908, carta aos membros, relatório da Escola do Torne 1907, fundo paroquial 1907, sociedade Evangélica de Socorros Mútuos - receita e despesa de 1907.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1911_4ª parte

Continuação dos relatórios de 1911: Igreja e escola do Bom Pastor; igreja do Redentor - Porto: junta para 1912, fundo paroquial, fundo dos pobres, escolas evangélicas; Missão Evangélica de Rio de Mouro - Sintra; Igreja do Espírito Santo - Gerentes para 1912.

Arciprestado do Sul - Atas - Livro nº 1 - 1978 - Assembleia Geral

Livro de Atas da Assembleia Geral do Arciprestado do Sul: Apresentação do cónego Olifiers, presbítero da Igreja Episcopal dos Estados Unidos da América; Eleição dos membros da Comissão do Arciprestado; Atividades religiosas; Assistência à terceira idade; Análise de resoluções do Sínodo; Análise orçamental das paróquias; Missão do Algarve; Congressos.

Jubileu da Igreja Lusitana

Documento comemorativo da Igreja Lusitana, cuja data de fundação é admitida como 1930, salientando a sua fundação em Lisboa e dando a data de 1880 (Vila Nova de Gaia) como a data da restauração. Atualmente, a data oficial é o dia 8 de Março de 1880.
Neste documento são descritos diversos eventos comemorativos.

Ecclesia - Ano 3 - Nº11

Ecclesia - Ano 3 - Nº11: Bomba H e hora H; Marechal Carmona; um pé dentro e outro fora; reminiscências e perspetivas; comemorações no trimestre; no átrio - na nave: transfiguração; florilégio da oração; Aleluia, música e poesia; missionística; lusogramas; uma religião nova em Portugal; na seara; fórum.

Results 91 to 120 of 551