Mostrar 223 resultados

Descrição arquivística
Coleção de Fotografias da Igreja Lusitana
Previsualizar a impressão Hierarchy Ver:

213 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

Octávio Guedes Coelho

Octávio Guedes Coelho nasceu a 10/11/1910 na Marinha Grande
Habilitações literárias:

  • Licenciado em Teologia Reformada em 06/06/1956
    Percurso religioso:
    • Foi confirmado em 24/03/1963, na paróquia de S. Paulo da Igreja Lusitana
    • Instituído Diácono em 21/04/1963
    • Ordenado Presbítero em 04/08/1963
    • Em 1963 tornou-se diácono da paróquia do Bom Pastor
    • Entre 1963/1967 foi pároco da paróquia do Espírito Santo
    • Entre 1971-1972 foi pároco da paróquia do Salvador do Mundo
    • Entre 1967/1974 foi pároco da paróquia do Bom Pastor
    • Em 1970 foi pároco paróquia de S. João Evangelista
    • Em 1984 tornou-se cónego da cátedral de S. Paulo, Arcipreste do Norte e Vigário-Geral

Júlio Bento da Silva. [18??]-1937

Percurso religioso:
Júlio Bento da Silva aderiu à Igreja Lusitana em 1902 onde foi aluno do Curso Teológico do Dr. Harden, na Paróquia do Salvador do Mundo. Em 1907 foi instituído diácono, em 1911 foi ordenado presbítero da Congregação da Santíssima Trindade em Rio de Mouro, Sintra. Depois da Igreja de Jesus ser reconstituída como missão, reorganizando-se de novo como paróquia em 1909, então na Rua do Rato, ficou sob a liderança do Rev. Júlio Bento da Silva, que a dirigiu até à sua morte, em 1937.

Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica (Diocese). 1880-

John Mason Harden

John Mason Harden nasceu na Irlanda e foi educado no Trinity College, em Dublin. Instalou-se em 1903 em Vila Nova de Gaia, Coimbrões, para reger o curso teológico do qual sairam alguns presbíteros da Igreja Lusitana como o reverendo Armando Pereira de Araújo, o reverendo António Ferreira Fiandor, o reverendo José Maria Leite Bonaparte, o reverendo Júlio Bento da Silva.
Foi o primeiro ministro do Prado, em 1905-1907, sucedeu-lhe Leite Bonaparte até 1908.
Quando regressou à Irlanda tornou-se Bispo de Tuam, Killala e Achonry entre entre 1927 e 1931.

José Pereira Ferreira Martins

José Pereira Ferreira Martins nasceu na freguesia da Vitória da cidade do Porto.
Percurso religioso:

  • Tornou-se pregador licenciado da Igreja Lusitana em 1903, estudante do curso teológico dirigido pelo Dr- John Harden (1903-1905)
  • Foi ordenado diácono em 1905
  • Foi ordenado presbítero em 1910.
    Durante 5 anos foi ministro da Igreja Lusitana do Espírito Santo, em Setúbal, desde 1907 a 1952.
    Organizou e paroquiou a Igreja de Cristo Remidor em Alcácer do Sal, e igualmente a Missão dos Mártires da Fé, em Évora.
    Chegou a ser vereador da Câmara Municipal de Setúbal e procurador da antiga Junta Distrital de Lisboa.
    Foi um dos mensários dos jornais «A Luz e Verdade» do Porto, o «Bom Pastor» do Candal, e dirigiu desde 1905 a 1910 0 «Arauto Cristão» de Setúbal.

José Maria Leite Bonaparte

José Maria Leite Bonaparte aderiu à Igreja Lusitana em 1902.
Ordenado diácono em 1907;
Ordenado presbítero em 1911;
Foi pároco na paróquia do Salvador do Mundo entre 1907-1908;
Exerceu funções de professor primário no Colégio Lusitano de Oliveira do Douro.
Foi o primeiro pároco da igreja de Cristo em Oliveira do Douro.

Francisco Mário Varela da Silva

Francisco Mário Varela da Silva era natural da freguesia da Sé - Porto onde nasceu em 30/11/1916.
Profissão: técnico de contas
Percurso religioso:

  • Ordenado diácono em 15/03/1964
    • Foi nomeado Ministro auxiliar em 29/09/1989
    • Foi ordenado presbítero em 11/10/1990
      Exerceu funções na paróquia de S. João Evangelista, Vila Nova de Gaia, e na Missão de S. Tiago Apóstolo, Gondomar.

Thomas Godfrey Pembroke Pope

Thomas Godfrey Pembroke Pope nasceu em Dublin em 1838 foi um sacerdote anglicano irlandês. Em 1863, designado capelão britânico em Sevilha vem anos mais tarde para Portugal onde, em 1878, na qualidade de capitão da Capelania Anglicana de Lisboa, onde estava desde 1864, se transforma num dos fundadores da Igreja Lusitana.

José Nunes Chaves

José Nunes Chaves (1828-1893) era um ex-padre católico que abjurara em 1876 e ex-capelão da igreja da colónia italiana do Loreto. Nesse mesmo ano funda a Missão Episcopal, na Rua de S. Marçal, em Lisboa. Foi também o fundador em 1877 da Igreja de Jesus, em Lisboa.
Em 1889 deixa a Igreja Lusitana e ingressa na Presbiteriana. Joaquim dos Santos Figueiredo, ex-sacerdote católico, tornou-se pastor da igreja presbiteriana de Lisboa, substituindo o Rev. José Nunes Chaves.

Cândido Joaquim de Sousa

Cândido Joaquim de Sousa nasceu no Porto, em Março de 1855. Conheceu o Evangelho na Igreja Metodista e foi professor numa das escolas desta comunhão. Em 1877 veio do Porto para Lisboa e, ao mesmo tempo que exercia o lugar de professor do Colégio Evangélico Lusitano, recebia lições de teologia do reverendo Thomas Godfrey Pope.
Foi ordenado em 1880, sendo colocado na Igreja Lusitana de S. Paulo com oseu presbítero. Mais tarde foi nomeado ministro da igreja de S. Pedro, no Largo das Taipas. Quando faleceu o cónego Pope em 1902, o Sínodo Diocesano elegeu-o seu Presidente. Dirigiu o jornal "O Evangelista", órgão da Igreja Lusitana. Faleceu em 1905.

Augusto Ferreira Torres

Augusto Ferreira Torres nasceu em Lisboa em 1863. Aos 10 anos era um dos assíduos ouvintes na Congregação, de que era pastor o bispo D. Angel Herreros de Mora. Recebeu lições bíblicas e de Hermenêutica Sagrada, não só do reverendo Mora, mas também do reverendo José Nunes Chaves. Em 1881 pregou o seu primeiro sermão na Igreja Lusitana de S. Paulo, da qual era ministro o reverendo Cândido Joaquim de Sousa.
Foi instituído diácono em 1889 e seria ordenado presbítero em 1892. Também foi professor do Colégio Evangélico Lusitano de S. Paulo, ajudava o reverendo Cândido como evangelista e recebeu as ordens de presbítero em 1892. Quando o reverendo Cândido Sousa foi pastorear a Igreja Evangélica de S. Pedro, o Sínodo nomeou o reverendo Torres ministro da Igreja Lusitana de S. Paulo. Colaborou no jornal "A Reforma" e foi redator do jornal "O Evangelista", sendo os seus artigos muitos apreciados.
Faleceu no ano de 1898.

Luís César Rodrigues Pereira

Nasceu em Vila Franca de Xira em 1908. Em 1932 após estudos em Lisboa, licenciou-se em Medicina. No ano de 1948 ingressa na Igreja Lusitana como pregador licenciado, é instituído diácono na Catedral de S. Paulo, pelo Arcebispo de Armagh em 1949 e a 8 de Outubro de 1950 é ordenado presbítero. Foi Bispo da Igreja Lusitana entre 1962 e 1981.

Francisco Venâncio de Oliveira

Francisco Venâncio de Oliveira nasceu a 4 de agosto de 1911. Antigo aluno do colégio de ensino primário anexo à igreja de S. Paulo (Lusitano), foi recebido em comunhão e ali preparado pelo reverendo Eduardo Moreira. Instituído diácono em 1954 pelo bispo do Minesota, Rev. Keeler, foi coadjutor em S. Paulo e depois nas paróquias do Espírito Santo e Cristo. Foi ordenado presbítero em Novembro de 1961 pelo bispo D. António Ferreira Fiandor e tornou-se coadjutor das paróquias do Salvador do Mundo e do Bom Pastor, em Vila Nova de Gaia.
Para além de todo este labor, a partir de 1961, desempenhou o cargo de tesoureiro diocesano até final de 1985.

Sagração de António Ferreira Fiandor

Em 11 de Novembro de 1957, o Sínodo Diocesano (de que António Ferreira Fiandor era presidente desde 1939) elege-o bispo da Igreja. Foi sagrado em 22 de JUnho de 1958, na Catedral de São Paulo, em Lisboa. Foram bispos sagrantes D. Plínio Simões (Igreja Episcopal BRasileira), Norman Nash (Igreja Episcopal dos EUA) e James McCann, da Igreja da Irlanda.

Resultados 121 a 150 de 223