Mostrar 102 resultados

Descrição arquivística
Publicações da Igreja Lusitana Com objeto digital
Previsualizar a impressão Hierarchy Ver:

Jubileu da Igreja Lusitana

Documento comemorativo da Igreja Lusitana, cuja data de fundação é admitida como 1930, salientando a sua fundação em Lisboa e dando a data de 1880 (Vila Nova de Gaia) como a data da restauração. Atualmente, a data oficial é o dia 8 de Março de 1880.
Neste documento são descritos diversos eventos comemorativos.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1880

Relatórios da Igreja Lusitana de 1880: é o primeiro de Vila Nova de Gaia. Definição e organização da Igreja, Congregação de Vila Nova de Gaia, receitas e despesas do fundo paroquial, Liga Evangélica de Socorros aos Pobres e doentes da Gaia em 1880, agradecimentos.

Relatórios da Congregação da Igreja Lusitana de 1881

Relatórios da Congregação da Igreja Lusitana de 1881: receitas e despesas da Igreja, contribuintes, classes de estudo das sagradas escrituras, escolas diurnas, eleição da junta paroquial para 1882, Rio de Mouro, S. Paulo, Igreja de Jesus, Igreja de S. Pedro.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1882

Relatórios da Igreja Lusitana de 1882: Rio de Mouro (eleições), Igreja de S. Paulo, Igreja de Jesus, Igreja de S. Pedro, Igreja do Torne, fundos paroquiais, aulas, receitas e despesas, Regulamento Geral da Igreja e Cânones.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1891

Relatórios da Igreja Lusitana de 1891: André Cassels (diaconia), Sínodo reunido pela primeira vez em Vila Nova de Gaia, Congregação da Santíssima Trindade (Rio de Mouro), corpos gerentes para 1892; Igreja de S. Paulo, gerentes para 1892; Igreja de Jesus, gerentes para 1892; Igreja de S. Pedro, gerentes para 1892; Igreja Lusitana - Torne, gerentes para 1892, gerentes para 1892, Sociedade de Socorros, fundo dos pobres, Festa das Colheitas, coro evangélico, cultos divinos, banco de artistas, escola noturna para adultos, receitas e despesas, gabinete de leitura, festa escolar, sopa económica, escola do Torne notícia do Jornal de Notícias.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1894

Relatórios da Igreja Lusitana de 1894: Igreja Episcopal Reformada Espanhola, Bispo de Clogher, Velho-Católicos, Relatório da Igreja de Santíssima Trindade em Rio de Mouro ano de 1894 (eleições), Congregação de S. Paulo (eleições), Igreja de S. Pedro (gerentes para 1895), Igreja de Jesus (gerentes para 1895), Igreja de S. João Evangelista (gerentes para 1895), cemitério de Mafamude.

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896_3ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896: o culto público, quotas e donativos, resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica
de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Relatório da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, visita episcopal (D. Juan Bautista Cabrera), Contribuintes ao Fundo Paroquial da Congregação de S. João Evangelista em Vila Nova de Gaia, Festa Escolar.

Relatórios da Igreja Lusitana 1896_4ª parte

Relatórios de 1896: a educação das crianças, escola dominical, cultos em Gaia, orações especiais pelas chuvas, Capela do Bom Pastor, Festa das Colheitas, Congregação de Jesus (gerentes para 1897), Fundo Paroquial da Igreja de S. Pedro.

Relatórios da Igreja Lusitana 1899-1903_3ª parte

Continuação dos relatórios: relatório da Escola do Torne, Resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Fundo dos pobres, carta aos irmãos da Congregação de S. João Evangelista.

Relatórios da Igreja Lusitana 1906_3ª parte

Relatório da Igreja Lusitana 1906_3ª parte: continuação do relatório da igreja do Redentor - lista de contribuintes, fundo paroquial, fundo dos pobres, fundo das escolas, fundo para a casa nova (Frederic Flower); igreja do Bom Pastor - fundo paroquial; Liga do Bom Pastor, de Missões Evangélicas do Norte de Portugal: receita de 1901 a 1906; Missão de Guimarães; Missão de Viana do Castelo; igreja da Santíssima Trindade - gerentes para 1907.

Relatórios da Igreja Lusitana 1907_2ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1907_2ª parte: contribuintes do fundo paroquial da Igreja de S. Paulo 1907, fundo paroquial 1907, fundo dos pobre de 1907; Igreja de S. João Evangelista - junta paroquial 1908, carta aos membros, relatório da Escola do Torne 1907, fundo paroquial 1907, sociedade Evangélica de Socorros Mútuos - receita e despesa de 1907.

Relatórios da Igreja Lusitana de 1911_4ª parte

Continuação dos relatórios de 1911: Igreja e escola do Bom Pastor; igreja do Redentor - Porto: junta para 1912, fundo paroquial, fundo dos pobres, escolas evangélicas; Missão Evangélica de Rio de Mouro - Sintra; Igreja do Espírito Santo - Gerentes para 1912.

Ecclesia - Ano 2 - Nº6

Ecclesia - Ano 2 - Nº 6: humanos, somente humanos; reminiscências e perspectivas; Camões e o Cavaleiro de Oliveira; florilégio de oraçaõ; comemorações do trimestre: no átrio; na nave, línguas de fogo; bons sintomas Padres Alves Correia e Reinholds; aleluia, música, Dr. Leopoldo Figueiredo; lusogramas; o livro e os livros; Fórum.

Ecclesia - Ano 2 - Nº7

Ecclesia - Ano 2 - Nº 7: porque não de joelhos?; reminiscências e perspectivas; um rasgo do carácter de el-rei D. Carlos; florilégio da oração; o domingo, a Igrejaa e as suas festas; comeorações do trimestre; as lições do arcanjo; a alma anglicana; lauda poética - mãe celeste, na seara; lusogramas; fórum; o livro e os livros; permutas.

Relatórios da Igreja Lusitana 1906_4ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1906_4ª parte: Igreja Santíssima Trindade - contribuintes 1906; fundo paroquial 1906; fundo dos pobres 1906; Igreja do Salvador do Mundo: junta paroquial 1907; fundo paroquial 1906; Missão e Colégio de Setúbal: relatório; contribuintes 1906.

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_2ª parte

Relatório da Igreja Lusitana 1908_2ª parte: Igreja de S. Pedro - Junta para 1909; contribuintes fundo paroquial 1908; fundo dos pobres 1908; Igreja de S. João Evangelistas - gerentes para 1909; movimento paroquial; relatórios das escolas do Torne e do Prado - ginástica e exercício militar, instrução secundária.

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_3ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_3ª parte: fundo paroquial de 1908 da igreja de S. João Evangelista; Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos de Gaia - receita e despesa e nomeação de informadores para 1909; Igreja do Redentor - gerentes para 1909; contribuintes do fundo paroquial 1908; fundo dos pobres 1908; obras extraordinárias; fundo das escolas 1908; fundo da casa nova 1908; Igreja do Bom Pastor - Junta Paroquial 1909, com referência à Missão da Madalena e à Missão de Guimarães.

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_4ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_4ª parte: visita de D. Juan Cabrera, da Igreja Episcopal Reformada de Espanha; União Feminina; Legado de António Maria Candal; União Feminina; fundo dos pobres 1908; Missões do Bom Pastor (Guimarães e Madalena); Escola do Bom Pastor - Candal - receita e despesa; Igreja da S. Trindade - encerramento temporário da escola anexa; fundo paroquial, fundo dos pobres; Igreja do Salvador do Mundo - junta paroquial 1908, fundo paroquial; Igreja do Espírito Santo - gerentes para 1909.

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_5ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1908_5ª parte: igreja do Espírito Santo - contribuintes, fundo paroquial, donativos especiais, fundo dos pobres; Missão de Oliveira do Douro; instalação do colégio lusitano - aluguer da sala

Relatório da Igreja Lusitana de 1911_2ª parte

Relatório da Igreja Lusitana de 1911_2ª parte: igreja de S. Pedro - junta 1912,contribuintes, fundo paroquial, fundo dos pobres. colégio evangélico de S. Pedro; igreja de S. João Evangelista - gerentes para 1912, relatório das escolas do Torne e do Prado.

Resultados 1 a 30 de 102