Mostrar 66 resultados

Descrição arquivística
Publicações da Igreja Lusitana Texto
Opções de pesquisa avançada
Previsualizar a impressão Hierarchy Ver:

66 resultados com objetos digitais Mostrar resultados com objetos digitais

A Missão da Madalena

O caderno "A Missão da Madalena", da autoria de Júlio Duarte, foi uma publicação da Igreja Lusitana referente à paróquia do Bom Pastor à qual pertenceu esta missão.

Esboço da Fé Cristã

Esboço da Fé Cristã, vulgarmente chamado catecismo: A natureza humana; Deus-Pai; A antiga Aliança; Os Dez mandamentos; Pecado e Redenção: Quem é o Messias; Deus-Filho: A Nova Aliança; Os Credos; Que é o <Credo Niceno?>; Que é o <Credo de Santo Atanásio>?; O Espírito Santo?; As Sagradas Escrituras; Que são so Apócrigos?; A Igreja; Qual a missão da Igreja; O Ministério; Oração e Culto; Os Sacramentos; O Batismo; A Eucaristia; Outros ritos sacramentais; A Eucaristia Cristã;

Sínodo Diocesano. 1880-

Jornal do I Congresso da Igreja Lusitana

Número único dedicado ao I Congresso da Igreja Lusitana com o seguinte conteúdo: a aurora do evangelho na lusitânia, por A. Pinto Ribeiro; o primeiro congresso da Igreja Lusitana como meio de despertamento de novas energias, por Leopoldo de Figueiredo; razão de ser; origem do culto dos santos, por J. Santos Figueiredo; primeiro congresso da Igreja Lusitana, por Belarmino J. Vieira Barata; excursão a Sintra e Cascais; o valor espiritual que pode ter o nosso congresso, por Josué Ferreira de Sousa Júnior; algumas características da prmitiva Igreja Lusitana; lista de congressistas inscritos; esclarecimentos aos congressistas da província.

Jubileu da Igreja Lusitana

Documento comemorativo da Igreja Lusitana, cuja data de fundação é admitida como 1930, salientando a sua fundação em Lisboa e dando a data de 1880 (Vila Nova de Gaia) como a data da restauração. Atualmente, a data oficial é o dia 8 de Março de 1880.
Neste documento são descritos diversos eventos comemorativos.

Relatório colectivo da Igreja Lusitana 1939 [continuação]

Relatório colectivo da Igreja Lusitana 1939 [continuação]: agenda da Igreja Lusitana, congregação de S. Pedro, congregação de S. Paulo, congregação de Jesus, congregação do Redentor, congregação de Setúbal, congregação de S. João Evangelista, congregação do Bom Pastor, congregação do Salvador do Mundo, congregação de Cristo, congregação de Alcácer do Sal, Missão dos Mártires da Fé - Évora, Missão de Santo Estevão - Campanhã - Porto, Missão de Santiago Apóstolo - Valbom - Gondomar; lista de pregadores licenciados.

Relatório coletivo da Igreja Lusitana 1941

Relatório coletivo da Igreja Lusitana 1941: movimento das igrejas e missões, movimento cultural e de fraternidadecristã, movimento das escolas dominicais, movimento escotista, movimento de instrução pública, igreja de S. Pedro, igreja de Jesus, igreja de S. João Evangelista, igreja do Bom Pastor, igreja do redentor, igreja do Salvador do Mundo, igreja do Espírito Santo, igreja de Cristo, igreja de Cristo Remidor.

Relatório coletivo da Igreja Lusitana 1942

Relatório coletivo da Igreja Lusitana 1942: Homenagem a Fredrico Flower, posição da Igreja, igreja de S. Pedro, igreja de S. Paulo, igreja de Jesus, igreja do Redentor, igreja do Espírito Santo, igreja de S. João Evangelista, igreja do Bom pastor, igreja do Salvador do Mundo, igreja de Cristo, igreja de Cristo Remidor, Missão Lusitana dos Mártires da Fé, Missão de Santiago Apóstolo, Missão de Santo Estevão.

Relatório coletivo da Igreja Lusitana 1943-1944

Relatório coletivo da Igreja Lusitana 1943-44: Homenagem a Fredrico Flower, posição da Igreja, igreja de S. Pedro, igreja de S. Paulo, igreja de Jesus, igreja do Redentor, igreja do Espírito Santo, igreja de S. João Evangelista, igreja do Bom pastor, igreja do Salvador do Mundo, igreja de Cristo, igreja de Cristo Remidor, Missão Lusitana dos Mártires da Fé, Missão de Santiago Apóstolo, Missão de Santo Estevão.

Relatório da Igreja Lusitana de 1911_2ª parte

Relatório da Igreja Lusitana de 1911_2ª parte: igreja de S. Pedro - junta 1912,contribuintes, fundo paroquial, fundo dos pobres. colégio evangélico de S. Pedro; igreja de S. João Evangelista - gerentes para 1912, relatório das escolas do Torne e do Prado.

Relatórios da Congregação da Igreja Lusitana de 1881

Relatórios da Congregação da Igreja Lusitana de 1881: receitas e despesas da Igreja, contribuintes, classes de estudo das sagradas escrituras, escolas diurnas, eleição da junta paroquial para 1882, Rio de Mouro, S. Paulo, Igreja de Jesus, Igreja de S. Pedro.

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896_2ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896: Colégio Evangélico Lusitano, subscrição da Igreja de S. Paulo, subscrição da Igreja de Jesus, subscrição da Igreja de S. Pedro, Igreja de S. Pedro (gerentes para 1896) receita, fundo dos pobres, despesa e contribuintes, Congregação de Jesus (gerentes para 1896), Igreja da Santíssima Trindade Rio de Mouro (gerentes para 1896), Igreja S. João Evangelista (gerentes para 1896).

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896_3ª parte

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896: o culto público, quotas e donativos, resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica
de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Relatório da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, visita episcopal (D. Juan Bautista Cabrera), Contribuintes ao Fundo Paroquial da Congregação de S. João Evangelista em Vila Nova de Gaia, Festa Escolar.

Relatórios da Igreja Lusitana 1895-1896_4ª parte

Relatórios de 1895 e 1896: mapa da receita e despesa da Capela de S. João Evangelista durante o ano de 1895; relatório da Igreja do Redentor - Rua Visconde de Bobeda — PORTO, Igreja do Redentor — PORTO - conta da nova casa para as Escolas — 1895, Igreja do Bom Pastor, Candal — Vila Mova de Gaia - Junta Paroquial para 1896, culto público, ordenação de presbítero.

Relatórios da Igreja Lusitana 1896_3ª parte

Relatórios de 1896: Missão-Colégio em Setúbal, Colégio Evangélico Lusitano, Igreja de S. Pedro (gerentes para 1897), Igreja de S. João Evangelista (gerentes para 1897), ata da Assembleia Eleitoral, Escola do Torne.

Relatórios da Igreja Lusitana 1896_4ª parte

Relatórios de 1896: a educação das crianças, escola dominical, cultos em Gaia, orações especiais pelas chuvas, Capela do Bom Pastor, Festa das Colheitas, Congregação de Jesus (gerentes para 1897), Fundo Paroquial da Igreja de S. Pedro.

Relatórios da Igreja Lusitana 1897-98_2ª parte

Continuação dos relatórios: contribuintes do Colégio Evangélico Lusitano, contribuintes da Capela de S. Paulo, Igreja de S. João Evangelista (gerentes de 1898), fundo dos pobres, movimento paroquial, banco de artistas, Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos, tempestade (danos na capela), Escola do Torne.

Relatórios da Igreja Lusitana 1897-98_3ª parte

Continuação dos relatórios: relatório da Escola do Torne, receita e despesa da Igreja de S. João Evangelista, resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Fundo dos Pobres, carta aos irmãos da Congregação de S. João Evangelista.

Relatórios da Igreja Lusitana 1897-98_4ª parte

Continuação dos relatórios: contribuintes ao Fundo Paroquial da Congregação de S. João Evangelista em Vila Nova de Gaia em 1898, Fundo dos Pobres, resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Igreja do Redentor (Relatório 1897).

Relatórios da Igreja Lusitana 1897-98_5ª parte

Continuação dos relatórios: Igreja do Redentor (relatório de 1898), Junta Paroquial (1899), Igreja do Bom Pastor - 1898 - batismos, casamentos, enterros, receita e despesa, Escola do Bom Pastor (1898), Capela e Colégio da Santíssima Trindade em Rio de Mouro (relatório de 1897-98), Missão e Colégio da Igreja Lusitana em Setúbal (1897-98).

Relatórios da Igreja Lusitana 1899-1903_3ª parte

Continuação dos relatórios: relatório da Escola do Torne, Resumo da receita e despesa da Sociedade Evangélica de Socorros Mútuos em Vila Nova de Gaia, Fundo dos pobres, carta aos irmãos da Congregação de S. João Evangelista.

Resultados 1 a 30 de 66