Associação dos Antigos Alunos das Escolas do Torne e do Prado

Zona de identificação

tipo de entidade

Entidade coletiva

Forma autorizada do nome

Associação dos Antigos Alunos das Escolas do Torne e do Prado

Forma(s) paralela(s) de nome

Forma normalizada do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

AAETP

área de descrição

datas de existência

1935-07-06-1980

história

A grave situação financeira que as escolas do Torne e do Prado enfrentavam na década de 1930, levaram um grupo de antigos alunos à organização de uma associação destinada a angariar fundos para ajudar a manutenção das escolas e dar auxílio moral aos seus diretores e professores. Os seus fundadores foram: Manuel Teixeira de almeida, Manuel Pereira de Pina Cabral, Joaquim Pereira de Pina Cabral, Vitor Nunes de Almeida Pinheiro, Joaquim Moreira, Henrique da Costa Pereira, Custódio dos Santos, António Rocha e Alexandre Rodrigues Fernandes.
A reunião consituinte da Associação teve lugar em Vila Nova de Gaia a 6 de Julho de 1935, sendo os seus primeiros atos uma romagem ao túmulo de Diogo Cassels e um jantar público para apresentação da associação de antigos alunos, uma das primeiras do género a fundar-se no país.
Associação destinada ao auxílio às escolas fundadas por Diogo Cassels, instrução primária gratuita, auxílio às crianças pobres, cantina beneficente, cursos nocturnos para analfabetos e instrução secundária.
Fins da Associação:
1.º Prestar auxílio às escolas do Torne e do Prado;
2.º socorrer as crianças pobres que frequentem a escola;
3.º empregar os meios necessários para pôr em contacto os antigos alunos, estimulando o auxílio mútuo entre eles;
4.º Promover o desenvolvimento intelectual dos seus sócios;
5.º Estabelecer prémios a distribuir pelos alunos das Escolas do torne e do Prado;
A associação mantém absoluta neutralidade política e religiosa. Em caso algum poderá a Associação prestar auxílio pecuniário a qualquer dos associados ou a estranhos.
Em 1956, a associação contava cerca de dois milhares de inscirtos, dos quais 650 pagavam quotização regularmente; a partir dos finais da década de 1970, todavia entrou em declínio, acabando por ficar inativa e extinguir-se abos depois.

Locais

Vila Nova de Gaia (cidade, Portugal)

status legal

Estatutos
(Arquivo Distrital do Porto, cota: C/4/4/3-165 http://pesquisa.adporto.pt/details?id=1234139)

funções, ocupações e atividades

A AAAAETP desenvolveu as suas funções apoiando financeiramente o trabalho das escolas, prestando ajuda aos alunos de menores recursos, custeando cursos noturnos, un órfeão e o consultório médico, promovendo festas e passeios escolares, etc.

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Zona do controlo

Identificador do registo de autoridade

PT ILCAE AETP

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Preliminar

Nível de detalhe

Parcial

Datas de criação, revisão ou eliminação

20.08.2015 (AV);

Línguas e escritas

  • português

Script(s)

  • latim

Fontes

SILVA, António Manuel S. P.; AFONSO, José António (2015). Associação das EScolas do Torne e do Prado. Educar, servir e incluir, Vila Nova de Gaia: Associação das Escolas do Torne e do Prado.

Notas de manutenção